CONHEÇA O PASSO A PASSO SOBRE COMO MONTAR UMA EMPRESA

Depois de escolher um produto e estruturar um modelo de negócio, o empreendedor que quer abrir sua empresa precisa passar por uma série de etapas burocráticas até poder trabalhar legalmente.

É preciso definir o porte da empresa, onde estará localizada e o regime tributário. Acompanhe este post e confira o passo a passo para abrir sua empresa.

Defina o tipo de empresa 

Em primeiro lugar, é preciso definir qual tipo de empresa que você vai abrir. Dentre as opções possíveis podemos destacar: empresário individual, empresa individual de responsabilidade limitada (Eireli) ou sociedade limitada. Empresário individual e Eireli são modalidades em que o empreendedor pode abrir uma empresa sozinho,  enquanto a sociedade limitada exige que você tenha sócio(s).

A diferença entre os dois é que no Eireli há separação jurídica entre bens pessoais e negócios do empreendedor. A Sociedade Limitada também possui separação jurídica dos bens. Não há exigência de recursos mínimos para sociedade limitada e empresário individual. O requisito exigido para o empreendedor que quer optar pela Eireli é ter um capital social.

Porte da empresa

Definido como será composto o negócio, é hora de pensar no porte inicial. Existem três opções disponíveis nessa etapa, que são escolhidas de acordo com o faturamento anual da empresa. São elas: microempresário individual (MEI) faturamento anual até R$ 60 mil; micro empresa (ME) faturamento anual até R$ 360 mil e pequeno porte (EPP) cujo faturamento começa com R$ 360 mil até R$ 3,6 milhões.

Confira tudo na prefeitura  

Confira na prefeitura, da sua cidade, se a atividade comercial que será exercida pode ser praticada no endereço desejado. Para isso, é preciso entrar em contato com a prefeitura, tendo em mãos o IPTU do imóvel.  De acordo com o negócio, o empreendedor também deve verificar autorizações extras (ex. autorização do corpo de bombeiros, certidões da vigilância sanitária e da Secretária Estadual do Meio Ambiente).

Abrir a sua empresa

MEs e EPPs podem solicitar ao contador para cuidar da parte burocrática. Depois de conferir tudo com a prefeitura o empreendedor pode abrir sua empresa. O MEI é aberto pelo próprio empreendedor na internet. Enquanto as MEs e as EPPs são abertas na junta comercial pelo contador. O planejamento tributário é feito por um advogado tributarista ou analista fiscal recomendado pelo contador.

Defina o regime tributário

As MEs e as EPPs contam com três opções de tributação:

  • Simples nacional: a tributação é feita de uma vez, e a porcentagem dos impostos fixa, com base no faturamento do negócio;
  • Lucro presumido: prevê o lucro da empresa. Se estiver acima do presumido pelo governo, essa é a melhor opção;
  • Lucro real: a empresa precisa comprovar seus gastos e rendimentos mensais. Essa modalidade pode ser vantajosa para empresas com porcentagem de lucro menor que o presumido.

Nota fiscal  

Para poder emitir nota fiscal, é preciso de autorização da prefeitura ou da receita estadual dependendo do seu negócio. Prestadores de serviços pagam impostos para o município quando emitem nota, portanto, devem entrar em contato com a prefeitura. Empresas de comércio ou indústria pagam impostos para a Secretaria da Fazenda do estado, portanto devem solicitar a permissão nos respectivos sites.

como montar uma empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *